Bruxismo em crianças pode ser sinal de estresse

03/10/2013

Bruxismo é o hábito de ranger ou apertas os dentes durante o sono e é muito comum em adultos e crianças que estão sofrendo algum tipo de problema emocional ou estresse.
Estudos mostram que 30% dos pequenos apresentam o sintoma e usam o ranger dos dentes como uma válvula de escape.

Segundo o Dr. Guaracy Perin Jr., Especialista e Mestre em Ortodontia e Ortopedia Facial, normalmente as causas do bruxismo são de caráter dental (Oclusão – mordida), emocional e psicológico, relacionada ao alto nível de estresse, ou algum problema em que o paciente esteja enfrentando. “Têm tendência a terem bruxismo crianças com (interferências ao encostar os dentes de cima e de baixo, erupção atípica dos dentes de leite ou permanentes), crianças com fatores sistêmicos (alérgicas, asma, infecções respiratórias, deficiências nutricionais), e crianças com fatores ocupacionais (esportes de competição, mudança de escola entre outros).

Essa sobrecarga de força de um dente no outro pode acarretar muitos problemas para a criança. “As consequências são uma má posição nos dentes, ou uma diferença de tempo na erupção dos dentes de leite, podendo causar uma desarmonia entre os arcos dentários. Para compensar essa falha, a criança tenta encontrar uma posição mais confortável, o que faz ranger ou apertar os dentes”, explica Perin Jr.

O bruxismo pode causar, além de desgaste dos dentes, problemas na gengiva, na articulação da mandíbula (ATM), dores de cabeça e até dor de ouvido e dores na nuca.
Uma das maiores dificuldades dos pais é perceber esse problema nos filhos. “Muitas vezes as crianças relatam que estão com dores de cabeça ou que os dentes estão doendo ou moles e os pais acham que os dentes de leite estão caindo para nascerem os permanentes, mesmo que não esteja ainda na época de os permanentes erupicionarem”, alerta Dr. Guaracy.

A recomendação é que os pais consultem sempre um especialista para acompanhar o crescimento e erupção dos dentes da criança. Dessa forma, é possível fazer um diagnóstico precoce e correto, diminuindo ou até evitando problemas futuros.

O tratamento do bruxismo é simples, dependendo da causa diagnosticada. Geralmente uso de aparelhos dentários relaxantes, indicação de técnicas relaxantes e remoção dos fatores de stress e cobrança.

Prática de esportes e exercícios também é uma boa forma de tratamento. Dependendo do caso, um acompanhamento psicológico pode ser necessário. Todo o tratamento deve ser feito sob a orientação e acompanhamento de um profissional da saúde especializado.